Propriedades emagrecedoras de CORDIA ECALYCULATA!

Cordia ecalyculata Vell
Extrato concentrado 20:1
 
Ação terapêutica
 
A Cordia ecalyculata Vell constitui uma forma natural e saudável para perda de peso1, 13. As propriedades terapêuticas dessa planta podem estar atribuídas à presença de ativos como a cafeína, potássio, taninos, alantoína e ácidos graxos5, 6, 7,
8. Pesquisas comprovam a ação da cafeína no sistema nervoso central como supressor do apetite e estimulante para o aumento da queima de gorduras localizadas,  principalmente  na  região  do  abdômen10.  Os  taninos  auxiliam  no
combate aos radicais livres, prevenindo contra o envelhecimento precoce da pele15. Estudos por pesquisadores japoneses mostraram outras atividades para a Cordia ecalyculata Vell, como ação auxiliar na eliminação de excesso de líquido, aumento da força de contração do músculo cardíaco, redução de depósitos de celulite, estimulante da circulação, auxiliar no combate ao vírus herpes tipo I e citotoxicidade para algumas células cancerígenas1, 2. Outros estudos também evidenciaram a redução dos níveis de colesterol total e triglicérides, substâncias responsáveis pela deposição de gorduras na parede dos vasos sanguíneos, diminuindo assim, os riscos de doenças cardiovasculares5.
 
Propriedades
 
A Cordia ecalyculata Vell ou Cordia salicifolia Cham (Família botânica BORAGINACEAE) é popularmente conhecida pelos nomes porangaba, cafezinho, café-do-mato, chá-de-frade, louro-salgueiro e louro-mole. É uma planta nativa do Brasil sendo comumente encontrada nos estados de Minas Gerais, Bahia, Acre e Goiás6.
 
Possui as seguintes propriedades terapêuticas:
 
Supressora do apetite;
Termogênica;
Diurética;
Hipolipidêmica;
Estimulante da circulação;
Anti-viral;
Cicatrizante;
Energizante;
Tonificante muscular;
Antioxidante.
 
Mecanismo de ação
 
A cafeína é um alcalóide pertencente ao grupo das drogas classificadas como as metilxantinas (1,3,7-trimetilxantina). É uma substância lipossolúvel e aproximadamente 100% de sua ingestão oral é rapidamente absorvida pelo trato gastrointestinal, atingindo seus níveis de pico no plasma, entre 30 e 120 minutos9.
 
É um importante estimulante do sistema nervoso central, e possui diferentes mecanismos de ação no organismo humano:
Antagoniza os receptores de adenosina (A1 e A2), bloqueia este efeito inibitório dos neurônios purinérgicos, e como conseqüência, há grande ativação dos neurotransmissores (norepinefrina, dopamina, acetilcolina, glutamato e GABA) aumentando a atividade neuronal em várias áreas do cérebro, estimulando a lipólise e a diurese10;
Inibe a enzima fosfodiesterase, responsável pela destruição do mediador químico intracelular denominado adenosina monofosfato cíclico (AMP- cíclico), aumentando os níveis de AMP cíclico intracelular com prolongação do seu tempo de meia-vida. Como resultado, gera um uso elevado de triglicérides musculares, promovendo a lipólise, principal mecanismo responsável pela perda de peso e redução da celulite11;
A cafeína também reduz o limiar de excitabilidade e prolonga o período ativo de contração muscular. Isso ocorre devido ao aumento da liberação do  cálcio e a inibição do mecanismo de recaptação do mesmo pelo retículo sarcoplasmático, tornando o íon Ca+ mais disponível para a contração muscular, o que explica sua ação cardiotônica, diminuição do cansaço e a melhora de rendimento nos exercícios físicos12.
 
A cafeína é levemente diurética, conforme já colocado, e esse efeito é potencializado pela presença do potássio presente na planta10. A alantoína e o ácido alantóico também estão presentes na planta e auxiliam na cicatrização e regeneração da pele14. Flavonóides, taninos e outras substâncias fenólicas são constituintes de plantas com potencial atividade antioxidante, principalmente, por atuarem como seqüestradores de radicais de oxigênio, substâncias denominadas radicais livres. Exemplo: superóxidos (O2-) e hidroxilas (HO) e outras substâncias com oxigênio como H2O2 e O2. Tais substâncias podem induzir danos oxidativos a biomoléculas, entre elas, proteínas e DNA, o que acelera o envelhecimento, favorece o aparecimento de câncer, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas15.
 
Testes clínicos
 
Como agente auxiliar para perda de peso
 
Delai et al.13, realizou estudos com objetivo de avaliar a ação antiobesidade da Cordia ecalyculata Vell comparada a outros agentes anorexígenos como femproporex e manzindol. Os resultados foram obtidos mediante a verificação do peso corporal total de 20 ratos da linhagem Wistar induzidos à obesidade. Os animais foram divididos em 4 grupos:
Grupo controle;
Grupo tratado com femproporex (6mg/200mL);
Grupo tratado com mazindol (6,3mg/200mL);
Grupo tratado com Cordia ecalyculata Vell (3g/200mL).
 
Resultados: Após o tratamento, o peso corporal obtido pelos diferentes grupos foram: controle (338,0 ± 3,58), mazindol (290,40 ± 3,69) e Cordia ecalyculata Vell (285,0 ± 5,98). Os grupos submetidos ao femproporex, mazindol e também à Cordia ecalyculata Vell, apresentaram diferença significativa no peso corporal dos animais quando comparados ao grupo controle. A Cordia ecalyculata Vell, conforme veremos no gráfico abaixo, obteve resultados próximos aos outros dois anorexígenos, com valores mais positivos que o próprio mazindol13.
 
 
Gráfico 1 – Peso médio corporal do grupo de ratos submetidos ao mazindol e femproporex, Cordia ecalyculata Vell e grupo controle13.
 
Conclusão: De acordo com os resultados, a diferença do peso entre os ratos pertencentes ao grupo controle e aqueles que receberam Cordia ecalyculata Vell, mostra que a ingestão de desta parece exercer efeito similar aos anorexígenos, possibilitando uma nova alternativa para controle do peso corporal neste teste in vivo13.
 
Como agente anti-viral
 
Uma universidade japonesa descobriu novas aplicações para a Cordia ecalyculata Vell em 1990, foi demonstrado que 2,5 mcg/mL de um extrato etanólico das folhas reduziu a penetração do vírus Herpes Tipo I em 99%, quando células Hela foram pré-tratadas com o extrato3. Em 1994 os pesquisadores demonstraram que a ocorrência de vírus Herpes Tipo I foi reduzida em 33% com uma dosagem de 0,25 mgc/mL, e também descobriram que a Cordia ecalyculata Vell apresenta efeito citotóxico em células cancerígenas, demonstrando 40% de inibição com um extrato metanólico a 50 mcg/mL dos galhos e folhas2.
 
Na prevenção contra doenças cardiovasculares
 
Estudos clínicos realizados por Cardozo et al.5, com o objetivo de avaliar a atividade hipolipidêmica do extrato da Cordia ecalyculata Vell, foram promovidos através do monitoramento dos índices sorológicos de colesterol e triglicerídeos. Para o experimento foram usados 40 camundongos, divididos em 4 grupos de 10 animais. Os grupos eram constituídos por:
10 Camundongos recebendo água e dieta normal;
10 Camundongos recebendo água e dieta hiperlipidêmica;
10 Camundongos com dieta normal e administração do extrato da planta;
10 Camundongos com dieta hiperlipidêmica e administração do extrato da planta.
 
A dieta hiperlipidêmica foi administrada durante 30 dias, para o aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos e o tratamento com extrato da planta foi empregado em um período de 15 dias com doses padronizadas de 100 mg/kg/dia5.
 
Resultados: Quando avaliada a ação do extrato da Cordia ecalyculata Vell no perfil lipídico dos animais, verificou-se que esta foi capaz de diminuir tanto os níveis de colesterol (Figura 2), quanto os níveis de triglicerídeos (Figura 3)5.
 
Figura 2 – Níveis sanguíneos de colesterol após a administração do extrato de Cordia ecalyculata Vell em camundongos. Os dados estão sendo representados considerando que os valores iniciais de colesterol correspondem a 100%5.
 
Figura 3 – Níveis sanguíneos de triglicérides após a administração do extrato de Cordia ecalyculata Vell em camundongos. Os dados estão sendo representados considerando que os valores iniciais de triglicerídios correspondem a 100%5.
 
Conclusão: A diminuição significativa de colesterol (24%) e triglicerídios (50%) obtida após a administração do extrato de Cordia ecalyculata Vell, mostra que esta pode auxiliar de alguma forma na redução dos níveis de gordura no sangue, contribuindo assim, na prevenção de doenças cardiovasculares5.
 
Indicações
 
Em dietas para a perda de peso;
Como redutor do excesso de gorduras localizadas;
 
Prevenção contra doenças cardiovasculares;
Diurético;
Energizante;
Tonificante muscular;
Anti-viral.
 
Reações adversas
 
Não foram observadas reações adversas nas literaturas consultadas.
 
Contra-indicações
 
Em doses muito altas pode se tornar tóxica16. Este produto também é contra- indicado para hipertensos e cardiopatas com sensibilidade à cafeína, gestantes e crianças.
 
Sugestão de dose
 
A dosagem sugerida é de 125 – 300mg duas vezes ao dia, antes das principais refeições.
 
Incompatibilidade
 
Não foram encontradas incompatibilidades nas literaturas consultadas.
 
Toxicidade
 
Estudos toxicológicos realizados por Caparroz-Assef et al.16, encontrou uma DL50 > 2000 mg/kg de peso corporal para o extrato administrado por via oral.
 
 
 
Ficha técnica
 
Nome botânico: Cordia ecalyculata Vell (Família Boraginaceae)
Aspecto: pó fino
Cor: castanho escuro (ausência de corante)
Sabor: levemente amargo
Odor: forte
Solubilidade: praticamente insolúvel em água.
Conservação: proteger contra altas temperaturas, ao abrigo da luz e umidade.
 
Composição:
 
Extrato seco concentrado 20:1
Cafeína, alantoína, ácido alantóico, cloreto de potássio, taninos e ácidos graxos. Excipiente: maltodextrina.
 
Sugestões de formulações:
 
Emagrecedor com fibras* Vitafiber.....................................1000 mg
Ecalyculata Vell.............................150 mg
Bio CG.........................................150 mg
Kactline.......................................350 mg
Tea Polyphenol..............................250 mg
Cápsula qsp................................1 cápsula
 
Tomar 1 cápsula 30 minutos antes do café da manhã e do almoço. Atenção: Tea Polyphenol e Ecalyculata Vell contêm cafeína.
 
Redutor de medidas antioxidante*
Açaí extrato seco..........................500 mg
Ecalyculata Vell.............................150 mg
Brocolinol.....................................500 mg
Greenxanthine...............................100 mg
Oxxynea......................................250 mg
Cápsula qsp................................1 cápsula
 
Tomar 1 cápsula 30 minutos antes do café da manhã e do almoço. Atenção: Greenxanthine, Ecalyculata Vell contêm cafeína.
 
Termogênico e lipolítico* Sinetrol.........................................350 mg
Ecalyculata Vell..............................150 mg
Kactiline........................................350 mg
Tea Polyphenol...............................250 mg
Cápsula qsp.................................1 cápsula
 
Tomar 1 cápsula 30 minutos antes do café da manhã e do almoço. Atenção: Sinetrol, Ecalyculata Vell e Tea Polyphenol contêm cafeína.
 
*Fórmulas orientativas. É necessária avaliação de profissional da saúde habilitado.
 

Localização
Al. Dr. Octávio Pinheiro Brisolla 11-29
Vila Universitária - CEP 17012-191
Bauru/SP

Responsáveis Técnicas
Luciana M. Maciel Trevizani - CRF 15.062
Pamella B. Watanabe Vilani - CRF 59.751