Collyss®

Peptídeos de Colágeno Marinho hidrolisado do tipo I, livre de corantes e conservantes.

 

O colágeno, uma proteína fibrosa que está presente na maior parte do tecido conjuntivo e representa entre 30% a 35% do total proteínas do nosso organismo, é responsável pela coesão, elasticidade e regeneração de todos os tecidos. Para caracterizar a proteína do colágeno é necessário conter aminoácidos como a glicina e principalmente hidroxiprolina.




Os Peptídeos de Colágeno atuam como mensageiros, estimulando a síntese e a reorganização de novas fibras de colágeno.



IMPORTANTE: A Vitamina C associada ao Collyss® age sinergicamente na síntese de colágeno.

 

(Referência: S.Murad et al (1981) Regulamento da síntese de colágeno pelo ácido ascórbico - Proc. Natl. Acad. Sci. EUA vol.78, N ° 5)

 

EFICÁCIA DO COLLYSS®

Avaliação de Collyss® na pele

Vários estudos demonstraram a eficácia de Collyss®, como resultado:

• Mais de 90% dos hidrolisados são digeridos e absorvidos rapidamente após a ingestão oral

• A administração oral de Collyss® foi avaliada como segura

• Atua como mensageiro, ajudando a estimular a síntese e a reorganização de novas fibras de colágeno

• Contribui para aumentar a densidade dos fibroblastos e o diâmetro das fibrilas de colágeno na derme

 

Estudo das alterações relacionadas com a idade da pele humana, utilizando métodos de histomorfometria e autofluorescência.




Espécies de pele dos grupos jovem (A) e idoso (B) corados pelo tricrômio de Van Giesonelastina, x200, em que as fibras elásticas são observadas em preto. Note-se a clara fragmentação das fibras elásticas ao longo da derme com o envelhecimento. Na derme superficial, o aparelho elástico perdeu quase completamente sua disposição vertical na pele senil.

 

EFEITOS DE PEPTÍDEOS DE COLÁGENO NA EXPRESSÃO DE QUERATINA.

 

Estudo realizado em Tóquio (2015), pelo Departamento de Ciência da Nutrição, da Universidade de Agricultura em Sakura-Gaoka, demonstrou que a administração oral de peptídeos de colágeno em ratos por 6 semanas, está associado ao desenvolvimento da epiderme do ciclo capilar.

 

Resultados:

Houve um aumento na expressão dos genes Gprc5d, Sprr2a1, Krt27 e Krtap 16-7 que expressam a queratina, favorecendo o fortalecimento do fio e aumento da tração mecânica.


Localização
Al. Dr. Octávio Pinheiro Brisolla 11-29
Vila Universitária - CEP 17012-191
Bauru/SP

Responsáveis Técnicas
Luciana M. Maciel Trevizani - CRF 15.062
Pamella B. Watanabe Vilani - CRF 59.751